Quer um filho saudável? Então preste atenção ao que você come na gravidez!


Todas nós, mães queremos oferecer o que há de mais saudável para nossos filhos comerem e, assim, colaborar para a saúde deles no futuro, não é mesmo? Mas existe outro momento que pode influenciar a saúde da criança a longo prazo: a fecundação!

A influência do ambiente intrauterino no desenvolvimento fetal e na saúde dos filhos a longo prazo foi inicialmente proposta por Freinkel em 1980. Desde lá, muitos estudos demonstraram que não só o desenvolvimento e o funcionamento da placenta, mas também a expressão dos genes do feto, são influenciados pela nutrição materna no momento da fertilização. Uma má alimentação nesse periodo influencia, portanto, a saúde futura da criança.

Indivíduos expostos a um ambiente intrauterino com excesso de glicose tem risco aumentado de obesidade, síndrome metabólica, diabetes mellitus tipo 2 e modificações na expressão dos genes parecem ser as  responsáveis por tais associações. 

De certa forma, o impacto da saúde materna e paterna na trajetória de desenvolvimento do feto e, em última instância, na saúde da criança mostra que a parternidade começa antes da concepção. Esses dados defendem fortemente o início de programas para melhorar a nutrição e a saúde materna antes da concepção.
Comer melhor = mais saúde para você e para a sua família!

Referências:
1)FREINKEL, N. Banting Lecture 1980: Of pregnancy and progeny. Diabetes, v. 29, n. 12, p. 1023-1035,  1980. ISSN 0012-1797. 
2)EL HAJJ, N.  et al. Epigenetics and life-long consequences of an adverse nutritional and diabetic intrauterine environment. Reproduction, v. 148, n. 6, p. R111-R120,  2014. ISSN 1470-1626.
3)VRACHNIS, N.  et al. Impact of maternal diabetes on epigenetic modifications leading to diseases in the offspring. Experimental diabetes research, v. 2012,  2012. ISSN 1687-5214.
4)GE, Z.-J.  et al. Maternal diabetes mellitus and the origin of non-communicable diseases in offspring: the role of epigenetics. Biology of reproduction, v. 90, n. 6, p. 139,  2014. ISSN 0006-3363.
5)Wu G, Imhoff-Kunsch B, Girard AW. Biological mechanisms for nutritional regulation of maternal health and fetal development. Paediatr Perinat Epidemiol 2012;26 Suppl 1:4–26
6)Lane M, Robker RL, Robertson SA. Parenting from before conception. Science 2014;345:756–60.

Nenhum comentário:

Postar um comentário